15.5.06

Zumbi - o último dos líderes do Quilombo dos Palmares.

Bem, resolvi postar isso aqui porque já não me lembrava mais de alguns detalhes e tenho estado curiosa. Vale a pena o resumo. Bjos, Rê

Zumbi - o último dos líderes do Quilombo dos Palmares

Etimologia
A palavra Zumbi, ou Zambi, vem do africano quimbando "nzumbi", e significa, a grosso modo, "duende".

Histórico
O quilombo dos Palmares (localizado na atual região de União dos Palmares - AL) era uma comunidade auto-sustentável, um reino (ou república na visão de alguns) formado por escravos negros que haviam escapado das fazendas brasileiras. Ele ocupava uma área próxima ao tamanho de Portugal e situava-se onde era o interior da Bahia, hoje estado de Alagoas. Naquele momento sua população alcançava por volta de 30.000 pessoas.
Zumbi nasceu livre em Palmares no ano de 1655, mas foi capturado e entregue a um missionário português quando tinha aproximadamente 6 anos. Batizado Francisco, Zumbi recebeu os sacramentos, aprendeu Português e Latim, e ajudava diariamente na celebração da missa. Apesar das tentativas de torná-lo "civilizado", Zumbi escapou em 1670 e, com 15 anos, retornou ao seu local de origem. Zumbi se tornou conhecido pela sua destreza e astúcia na luta e já era um estrategista militar respeitável quando chegou aos 20 e poucos anos.
Por volta de 1678, o governador da Capitania de Pernambuco cansado do longo conflito com o quilombo de Palmares, se aproximou do líder de Palmares, Ganga Zumba, com uma oferta de paz. Foi oferecida a liberdade para todos os escravos fugidos se o quilombo se submetesse à autoridade da Coroa Portuguesa; a proposta foi aceita. Mas Zumbi olhava os portugueses com desconfiança. Ele se recusou a aceitar a liberdade para as pessoas do quilombo enquanto outros negros eram escravizados. Ele rejeitou a proposta do governador e desafiou a liderança de Ganga Zumba. Prometendo continuar a resistência contra a opressão portuguesa, Zumbi torna-se o novo líder do quilombo de Palmares.
Quinze anos após Zumbi ter assumido a liderança, o bandeirante paulista Domingos Jorge Velho foi chamado para organizar a invasão do quilombo. Em 6 de fevereiro de 1694 a capital de Palmares, Macaco, é destruída e Zumbi foi ferido. Apesar dele ter sobrevivido, ele foi traído, capturado e morto, quase dois anos após a batalha, no dia 20 de novembro de 1695. Os portugueses transportaram a cabeça de Zumbi para Recife, onde ela foi exposta em praça pública, para mostrar que a lenda da imortalidade de Zumbi era irreal.
Zumbi é hoje, para a população brasileira, um símbolo de resistência. É também um dos nomes mais importantes da Capoeira.


portal TioSam.com
Articles are cached copies extracted from Wikipedia, the Free Encyclopedia

Um comentário:

Anônimo disse...


Adorei saber mais sobre esse grande líder...e também lembrei do quadro dele que meu pai pintou,você lembra?...ficou perfeito, este quadro ainda existe e é lindo.
Bjs Katia