14.5.06

Dizem que cada um tem a mãe que precisa...

Como minha mãe é comigo:

Ela harmoniza os opostos e equilibra as diferenças, mas não admite que um membro de sua família dê de ombros para as necessidades alheias e volte-se exclusivamente para si mesmo. Com uma mãe libriana, os filhos logo descobrem que todos os relacionamentos são de suma importância, não só para o equilíbrio íntimo mas também para o bem-estar geral. Seu forte é a diplomacia - ao colocar panos quentes, demonstra que não vale a pena se exaltar por bobagens. Por outro lado, pode ficar em cima do muro e adiar decisões - o curioso é que suas omissões tendem a provocar na prole o desejo de reagir e de tomar posição. Isso acontece porque ela ensina como compensar o que falta. Regida por Vênus, é vaidosa e tem sensibilidade para as artes, transmitindo lições de bom gosto e refinamento aos filhos.



Como sou para o meu filho:

Regida pelo coração, a imperiosa mãe leonina ensina a importância do amor e da arte para viver bem. Como seu poder de invenção é ilimitado, ela indica quanto é fundamental buscar a auto-realização e desenvolver a individualidade de forma criativa. Vira e mexe, sua face exigente vem à tona, com o intuito de motivar e direcionar a vontade da prole. Tal qual uma leoa na selva, gosta de dar ordens e tenta governar todo mundo, mas, alguns minutos depois, surpreende a família transformando o orgulho em humildade. Nesse momento, aprende-se que muitas rusgas podem ser esquecidas com abraços, beijos, pedidos de desculpas e declarações apaixonadas. Isso não quer dizer que ela desista de sua habitual firmeza: é sua estratégia favorita, que permite ao filhote revelar a própria força e assumir plenamente o próprio destino.

Nenhum comentário: