16.5.05

Vovô Du

"Sou um maníaco, porém um maníaco inofensivo. Nutro a mania de colecionar dicionários raros, almanaques e livros didáticos antigos, frases absurdas ou ridículas dos figurões da nossa vida política. Às vezes, se me sinto deprimido, algo melancólico, leio algumas dessas frases e o meu humor muda, fico até alegre. Eu as colho das páginas de livros, jornais e revistas. Faço isto há anos, é uma coisa saudável, vale mais do que se deitar no sofá de um psicanalista, a fim de ouvir perguntas iguais a estas:
— Diga-me, qual é a sua maior frustração? Não realizou algum desejo, talvez de natureza sexual?"


Sem um delicado senso crítico, quem fala a nossa língua se prejudica.
tá com tempo? divirta-se com Fernando Jorge...
http://www.portalimprensa.com.br/190_materia_linguaportuguesa.asp

Nenhum comentário: